Defesa Civil: cuidados para evitar incêndios no período de estiagem

23 Abr 2017

Tempo seco é, para a Defesa Civil e para o Grupamento de Bombeiros Civis Voluntários (GBCV), um período de atenção redobrada. O motivo? A falta de cuidado de muita gente que ainda insiste em colocar fogo em mato e em lixo, jogar bitucas acesas no chão e até soltar balões. Essas atitudes, além de serem crimes ambientais, trazem um prejuízo enorme à cidade com incêndios que pioram a qualidade do ar e trazem riscos à população.

Só no primeiro trimestre desse ano, a Defesa Civil e o GBCV atenderam na cidade 25 incêndios em mata, além de 7 incêndios em residências. "Estamos em um período no qual, infelizmente, as ocorrências desse tipo crescem. Pedimos a colaboração da população para que evitem essas práticas", explica o coordenador da Defesa Civil, Bruno Galvão.

Além de cuidar para que a cidade não tenha incêndios de grandes proporções, a Defesa Civil tem trabalhado incansavelmente nas vistorias de áreas de risco. Só no primeiro trimestre, foram 87 e no mês de abril outras 43. A ideia é fazer um trabalho preventivo, para que a cidade não registre ocorrências graves em períodos de chuva. "Felizmente, até agora não tivemos problemas graves na cidade."

Entre as outras atividades da Defesa no primeiro trimestre desse ano estão 19 cortes de árvores e seis atendimentos pré-hospitalares.

Quem precisar, pode acionar a Defesa Civil por meio dos telefones 199 e (11) 9 7549-8729. "Pedimos que nos liguem antes de divulgar ocorrências em redes sociais. Dessa forma, ficamos sabendo do fato e podemos agir com rapidez", orienta Galvão.

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário