Acessibilidade

Febre Amarela: confira locais para vacinação

28 Jan 2019

Quem ainda não se vacinou contra a Febre Amarela em Campo Limpo Paulista pode procurar as Unidades Básicas de Saúde Botujuru, Central e São José (veja no final do texto os dias e horários para a imunização). Desde 2018 já foram aplicadas 60.609 doses em moradores da cidade, o que representa cerca de 73,44% da população.

Em 2019 o município não registrou nenhum caso da doença. Em 2018 foram três, entre eles duas pessoas curadas e um óbito.

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados. A doença não é passada de pessoa a pessoa e a vacina é a principal ferramenta de prevenção e controle da doença. 

Há dois diferentes ciclos epidemiológicos de transmissão: o silvestre e o urbano. Mas a doença tem as mesmas características sob o ponto de vista etiológico, clínico, imunológico e fisiopatológico. No ciclo silvestre da febre amarela, os primatas não humanos (macacos) são os principais hospedeiros e amplificadores do vírus e os vetores são mosquitos com hábitos estritamente silvestres, sendo os gêneros Haemagogus e Sabethes os mais importantes na América Latina. Nesse ciclo, o homem participa como um hospedeiro acidental ao adentrar áreas de mata. No ciclo urbano, o homem é o único hospedeiro com importância epidemiológica e a transmissão ocorre a partir de vetores urbanos (Aedes aegypti) infectados.


Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. A maioria das pessoas melhora após estes sintomas iniciais. No entanto, cerca de 15% apresentam um breve período de horas a um dia sem sintomas e, então, desenvolvem uma forma mais grave da doença.

Em casos graves, a pessoa pode desenvolver febre alta, icterícia (coloração amarelada da pele e do branco dos olhos), hemorragia (especialmente a partir do trato gastrointestinal) e, eventualmente, choque e insuficiência de múltiplos órgãos. A doença pode levar à morte.

VACINAÇÃO  Na UBS Botujuru e na Central, a vacinação é às quartas-feiras, das 7h30 às 11h30; na UBS São José a imunização é sempre às segundas-feiras, das 7h30 às 11h30.

 *com informações do Ministério da Saúde

 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário