Horta campolimpense busca selo orgânico

26 Mai 2017

Tudo era só terra e mato quando o ferroviário da MRS, José Florindo Mamone, recebeu autorização da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) para montar uma horta, no Botujuru, bem atrás da igreja católica, em 2003. "Todos me chamavam de louco. Diziam que eu passava o dia ?ciscando? na terra", conta ele, hoje olhando para verduras verdinhas, do projeto que rende 3 mil toneladas de hortifrútis ao ano, em 8 mil metros de plantação.

O espaço, que fica na rua Benemérito recebeu a visita do prefeito dr., Japim Andrade, nesta sexta-feira (26), que elogiou o amor de Mamone, de Raimunda Pereira da Silva, coordenadora da horta; e do vice-coordenador José Nildo. Os três lutam para manter o trabalho vivo e hoje vendem apenas para a vizinhança. ?Infelizmente, temos dificuldades para escoar a produção?, lamenta Mamone.

A ideia agora tem apoio da ONG Coati, que batizou o projeto de Trilho Verde e atualmente auxilia os produtores em todo processo de transição para conseguir o selo orgânico. Além disso, o desafio é tornar a horta cada vez mais produtiva. O trabalho conta com análise do solo, avaliação da qualidade dos poços de água e em breve deve fazer uma análise de resíduo de pesticidas nas verduras. "Todos os insumos usados na horta são certificados pelo IBD (Inspeções e Certificações Agropecuárias e Alimentícias), usado para agricultura orgânica", explica a diretora de agronegócios da ONG, Cássia Tavares, que acompanha tudo de perto ao lado do diretor técnico César Toledo.

Para Mamone, o principal adubo para a horta repleta de alface, beterraba, almeirão, jiló, entre outros, é o amor. "Penso na saúde das famílias. Aqui temos muita qualidade."
O prefeito falou da qualidade de tudo o que é produzido no local. "É um trabalho muito bonito, que merece reconhecimento."

Serviço - A horta funciona das 8h às 17h, de segunda a sábado. Aos domingos das 8h às 12h. Mais informações sobre o projeto: 9 4379-5977 e 9 6392-8394.


Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário