Acessibilidade

Mais de 100 alunos dos CEAMs trocam de cordas em Festival Internacional de Capoeira

19 Jul 2019

A noite desta quinta-feira (18) foi para celebrar a expressão cultural que é a cara do Brasil. Durante o 'Festival Internacional de Capoeira dos CEAMs 2019', realizado com apoio do Grupo Capoeira Brasil, 128 alunos de Campo Limpo Paulista trocaram de cordas. Além disso, o evento contou com um bate papo para lá de especial com capoeiristas, instrutores, professores e mestres que atuam em diversos estados brasileiros e países do mundo.

O prefeito dr. Japim Andrade prestigiou o evento ao lado da primeira-dama e secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Cristina Andrade. Ele lembrou como o projeto dos Centros de Arte e Movimento (CEAMs) têm crescido na cidade. "Já contamos com mais de quatro mil alunos em diversas modalidades. E ver essas crianças participando desse momento hoje nos dá um imenso orgulho. O apoio que damos à capoeira na cidade, assim como para diversas atividades, é mais que merecido, pois esse projeto transforma vidas."

A coordenadora dos Centros de Arte e Movimento (CEAMs) da cidade, Alessandra Andrade, destacou a importância que a capoeira tem como atividade do contraturno escolar. "Os alunos saem dessas aulas com a autoestima elevada, além de mais disciplinados."

Também receberam as cordas os alunos da EMEF Luiz de Carvalho.

Participaram do evento os professores Conrado Fernandes e Ivan Teixeira dos CEAMs , que estavam orgulhosos. "Este encontro é o ápice da vida do capoeirista. É um momento de reconhecimento, de mostrar todo o esforço e trabalho realizado ao longo do ano à comunidade", disse Conrado.

Ele aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio da Prefeitura no projeto. "A capoeira é a arte da transformação, serve como referência para a vida dessas crianças. Por isso, agradeço muito a administração municipal por toda a parceria."

Entre os alunos que participaram da troca de cordas estava Tayla Lissia dos Santos, de 7 anos. "A capoeira me faz uma pessoa mais alegre", definiu ela, que pratica no CEAM Monte Alegre e recebeu a corda pela primeira vez. Assim como ela, Laysla Kethelin Oliveira da Silva, de 12 anos, também participou e trocou a corda pela terceira vez. "A capoeira nos traz a cultura brasileira e de antepassados. É muito importante conhecer nossa história."

MAIS - Grandes nomes da capoeira da Argentina, Chile, Peru, Suíça, França e Estados Unidos marcaram presença. Entre os participantes estavam: mestre Ilson de Jundiaí, com experiência  profissional  em diversos estados brasileiros, além  de destaque Internacional  com participação em eventos no Chile, Peru, Argentina e Alemanha; mestre Lobão, de São José dos Campos; mestre Bola 7 de Várzea  Paulista; mestre Kim, do Ceará; e mestre  Azul , da Suíça.


 

 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário