Prefeito pede melhorias na marginal do Rio Jundiaí ao Governo do Estado

14 Jul 2017

O prefeito de Campo Limpo Paulista, dr. Japim Andrade, participou de audiência pública que discute a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2018 Estadual, na manhã desta sexta-feira (14), nas dependências da 33ª Subsecção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em Jundiaí.

O assistente técnico da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado de São Paulo, Maurício Hoffmann, apresentou os futuros investimentos, receitas e despesas do Estado e deu sequência às sugestões dos representantes das sete cidades da Aglomeração Urbana de Jundiaí (AUJ), que engloba: Campo Limpo Paulista, Jundiaí, Várzea Paulista, Jarinu, Louveira, Itupeva e Cabreúva.

"Nós estamos aqui para ouvir as demandas orçamentárias dos municípios pertencentes à Aglomeração Urbana de Jundiaí e direcionar ao planejamento de 2018", frisou Hoffmann. Diante desta oportunidade, o prefeito de Campo Limpo Paulista, Dr. Japim Andrade, pleiteou com urgência as obras de recapeamento da avenida Marginal do Rio Jundiaí.

"Precisamos com urgência de um olhar do Governo do Estado de São Paulo para a Marginal do Rio Jundiaí. Já perdemos muitas vidas na avenida que se encontra em estado deteriorado pelo tempo e pela quantidade de veículos que trafegam. Um dos enfoques do Governo do Estado é a mobilidade urbana voltada ao desenvolvimento, por isso, apresentamos esta via que interliga as cidades da AUJ às principais rodovias, como: Dom Pedro, Anhanguera, Edgar Máximo Zambotto e demais", disse dr. Japim.

Em seguida, demais representantes das cidades pertencentes à AUJ foram apresentando as especificidades de cada município. O presidente da Câmara Municipal de Campo Limpo Paulista, Denis Braghetti, entregou documento acordado entre os vereadores da cidade, de Várzea Paulista e de Jundiaí ao assistente técnico do Estado, cuja finalidade é reiterar os pedidos em relação à Marginal do Rio Jundiaí.

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário