Acessibilidade

Proerd forma 550 alunos em Campo Limpo Paulista

28 Jun 2019

Ficar longe das drogas e não praticar a violência. Esse foi um dos trechos do juramento realizado na manhã desta sexta-feira (28), por cerca de 550 crianças de escolas da rede municipal de ensino e do Sesi, durante a formatura do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) da Polícia Militar do Estado de São Paulo. O leão Daren, mascote do programa, compareceu e agitou as crianças com a coreografia da música oficial do projeto. 

O evento contou apoio da Prefeitura e com a presença do prefeito Dr. Japim Andrade, que frisou a importância que o Proerd tem para Campo Limpo Paulista. "As crianças são importantíssimas nessa luta. A droga tem o poder de destruição grande, é uma doença que devasta as famílias. Os mais novos precisam ter essa consciência e o Programa vem para isso."

O Proerd surgiu a partir de uma sensibilização da Polícia Militar, em 1993, para a prevenção ao uso e abuso de drogas, por meio da conscientização das crianças sobre substâncias químicas lícitas e  ilícitas. De uma maneira lúdica e divertida, o soldado PM Willians Brandão trabalhou com os alunos das escolas da cidade. Muito aplaudido pela garotada, ele deu conselhos valiosos. "Sonhar faz toda a diferença. Lutem, persistam e não desanimem." Aos pais, ele também deixou um recado. "Acompanhem a trajetória das suas crianças. Fiquem atentos para que eles sigam fazendo escolhas seguras e responsáveis."

O tenente Coronel Eduardo Yasui, comandante da 3ª Companhia de Polícia Militar de Campo Limpo Paulista, destacou a relevância do Proerd na valorização da vida.
"Espero que todos vocês tenham aprendido a ficar longe das drogas, que é um mal que tem crescido e destruído a vida de muitas pessoas e suas famílias."

O evento contou também com a presença do capitão PM Guilherme Costa Febbo, comandante do 49º Batalhão da Polícia Militar. O secretário de Educação, Ronaldo Pereira, agradeceu aos pais, educadores e gestores pelo empenho no projeto, ao lado da Polícia Militar.

MAIS - Muitos alunos receberam medalha por se destacarem ao longo do Programa. Entre eles estava Yasmin Fernanda Santos Menezes, que estuda na EMEF Governador Mário Covas. Ela, que é surda, agradou a todos com uma redação sobre o programa. "Gostei muito de participar e aprendi bastante com o Brandão." Assim como ela, Lara Arcangela Fanti Lopes também se destacou. "Achei o Programa muito legal."



 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário