Vai faltar à consulta? Avise a Unidade de Saúde

19 Abr 2017

Você sabia que a cada 10 consultas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em três delas os pacientes não comparecem? Pois é! E essa estatística prejudica não só o Sistema de Saúde como um todo, mas milhares de usuários das oito UBSs de Campo Limpo Paulista, do Ambulatório Central e Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Segundo a Secretaria de Saúde, as consultas podem ser desmarcadas até a data para a qual estão planejadas, porém, quanto antes o paciente cancelar, melhor. Assim é possível fazer encaixes e reduzir o tempo de espera, que hoje demora entre um e dois meses para o agendamento. Só no primeiro trimestre desse ano, as Unidades de Saúde de Campo Limpo Paulista realizaram 6.358 consultas com clínicos, pediatras e ginecologistas. No CAPS foram 1.435 consultas com o psiquiatra e outras 875 com psicólogo.

A Secretaria constatou, por exemplo, que em muitos casos, os pacientes agendam, com comprovantes de residência de parentes e amigos, consultas em várias Unidades de Saúde ao mesmo tempo. Quando conseguem uma data mais próxima, não cancelam as demais agendadas. "Basta uma ligação para a UBS. Isso é pensar no próximo, ser solidário. Além disso, faltar a uma consulta é onerar os cofres públicos, pois a hora de médicos, enfermeiros, auxiliares e demais funcionários está sendo paga por um horário que essa mão de obra não será usada", afirma a diretora de Atenção à Saúde, Lígia Maria Machado Pereira dos Santos.

Ela destaca que a atual administração tem trabalhado para reorganizar todo o atendimento de saúde na cidade. "Existe uma necessidade de ampliação no número de médicos e estamos trabalhando para que isso ocorra. Temos o programa Mais Médicos que nos dá mais fôlego", comenta, destacando que médicos que passaram em concursos públicos na cidade muitas vezes se recusam a assumir os postos de trabalho.

Hospital - A Secretaria de Saúde ressalta ainda que o atendimento no Hospital de Clínicas é apenas para urgência e emergência e que demais casos devem ser agendados nas Unidades Básicas de Saúde. "Sabemos que há uma demanda de pessoas que vão ao HC pedir uma nova receita para o remédio de rotina, por exemplo. As pessoas precisam se programar e fazer o agendamento da consulta para esse procedimento."

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário