Educação

Projeto Horta diverte e ensina crianças

Data da publicação: 16/09/2021 17:04:19

Imagem: Atividade pedagógica melhora alimentação das crianças, investe na sustentabilidade e quer ganhar adesão da comunidade

Alimentação saudável não tem idade. Isso é o que provam as crianças de 12 creches e escolas da rede municipal de Campo Limpo Paulista ao adotarem o Projeto Horta. Tanto no prato da merenda como no de casa, agora, tem que ter legumes e verduras produzidos pelas mãos dos alunos. “A nossa meta é que esse trabalho saia das unidades e contagie a população”, fala a diretora pedagógica da Secretaria de Educação, Valéria Ferrari, comemorando o entusiasmo dos alunos.

O Projeto Horta além de incentivar a prática de boa alimentação oferece uma conexão da natureza com as crianças. Segundo a diretora, a atividade pedagógica na área de  Ciências, por exemplo, trata da transformação dos alimentos, da origem das frutas, além da importância da compostagem, entre outros fatores importantes. “E, nada melhor do que ensinar desde cedo e na prática”

O gestor de Educação Vinícius Passarin Neves diz que o excedente acaba sendo levado pelos alunos. Um incentivo para uma melhora do cardápio. “Nossa intenção é aumentar cada dia mais a adesão das escolas ao projeto e trazer a comunidade para as escolas. Essa integração é o que vislumbramos e acreditamos nesta retomada pós pandemia”.

Plantando o futuro

Laércio Rodrigues é pai de Otto, de 3 anos. O aluno da Creche do América faz parte do projeto. “O Otto aprendeu a engatinhar na terra, em casa nós temos uma horta também. Acho excelente essa estimulação de boa alimentação, cuidados com o meio ambiente e sustentabilidade estarem presentes na escola. Assim, torna-se uma parceria efetiva na educação”, afirma Laércio.

Bruna Moreira Macedo tem apenas 2 anos, adora a horta da creche, trabalha no plantio e na colheita junto com os colegas. E ela garante: “Sou apaixonada por alface e tomate”., provando que bons hábitos podem ser conquistados.

Autor: Departamento de Comunicação

Imagens

Deixe um Comentário