Acessibilidade

Com oficinas, CAPS amplia horizonte de pacientes

17 Jan 2019

Os pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Campo Limpo Paulista transformam-se, sempre às quintas-feiras, em verdadeiros chefs de cozinha, na oficina 'Masterchef', na qual habilidades e novos sabores são explorados. Ao longo da semana, eles embarcam ainda em diversos universos, que variam do cuidado com as plantas ao artesanato.

O contato com novas experiências faz parte do tratamento de alguns dos mais de mil pacientes do CAPS. Entre as oficinas estão artesanato, caminhada, beleza, cuidado com as plantas do Viveiro Municipal, cinema, gincanas entre muitas outras. "A ideia é recolocá-los na sociedade. Por isso, aqui trabalhamos a convivência. Eles absorvem novos conhecimentos e se sentem valorizados. A 'Masterchef' é uma das favoritas, pois eles vêem imediatamente o resultado do trabalho realizado", explica a coordenadora do Centro, Patrícia Colonna Cruz.

Segundo ela, as oficinas têm feito bem aos pacientes. "Felizmente já tivemos muitas evoluções em quadros de esquizofrenia e de álcool e drogas. Alguns pacientes retomaram vida normal e, ainda assim, seguem vindo às aulas", comenta. Além disso, Patrícia frisa que outro importante aliado nos tratamentos é a família dos pacientes. "Nesse momento, eles precisam de alguém que ajude a dirigir a vida. Fica bastante difícil seguir sozinho."

Entre os pacientes está Marli Martins, de 52 anos, que participa de diversas oficinas há um ano. "Eu me sinto muito bem, é uma terapia. Ficar em casa nos faz pensar besteira. No CAPS me divirto e faço coisas que gosto." Assim como ela, Hércules Bajuk, de 56 anos, frequenta o CAPS há sete meses e elogia as atividades. "Para mim são momentos muito alegres. Gosto de todas as oficinas, que me mostram que ninguém vive sozinho e que aqui são todos iguais. Fiz muitos amigos aqui."

MAIS - O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Campo Limpo Paulista está de portas abertas para quem precisa de atendimento especializado. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Todo paciente passa por um acolhimento, no qual é avaliada a necessidade de consulta com psiquiatra.

O endereço é Avenida Dom Pedro, 1901, Jardim Guanciale. Mais informações (11) 4812-6655.

  

 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário