Curso de jardinagem é oferecido às equipes do programa 'Frente de Trabalho'

04 Set 2018

Os colaboradores do Programa Frente de Trabalho estiveram no Viveiro Municipal pela manhã desta terça-feira (4), para participarem do curso de "Poda e Jardinagem", oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade (Funns). O curso permite que os trabalhadores que fazem a manutenção da cidade estejam habilitados a cuidar dos jardins, praças e canteiros.

O prefeito drº Japim Andrade esteve no início do curso, acompanhado da presidente do Funss e primeira-dama, drª Cristina Andrade. "Nós ficamos muito felizes em oportunizar esta capacitação para os colaboradores, porque este aprendizado pode ser incluído no currículo deles às futuras oportunidades profissionais", disse o chefe do Executivo.

Para a primeira-dama a oportunidade leva os participantes a conquistarem mais conhecimento. "Todo programa da Frente de Trabalho tem o intuito de reinserir essas pessoas no mercado de trabalho. O curso ensina novas técnicas e apresenta conteúdo de ética e cidadania gerando um protagonismo na vida daqueles que participam do programa", disse drª Cristina.

A primeira aula foi antecedida por uma palestra de motivação com a empresa "Cecon" que oferece o curso, ministrada pelo gerente, Eduardo Primo. Logo após, a professora e paisagista, Sandra dos Santos iniciou a aula teórica dos cuidados com as plantas. "Nós vamos falar do dia a dia dos colaboradores nas ruas e ver a real demanda de aprendizado. Pretendemos abordar os estilos de poda e ainda construir um jardim do zero aqui no viveiro", salientou.

O curso é oferecido gratuitamente e terá duração de três meses, além de encontros mensais com as equipes dos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS). O trabalhador, Noel Santos, morador do Pau Arcado aprovou o curso. "Eu já conheço um pouco sobre plantas e gosto de jardinagem. Espero aprender coisas novas."

Estiveram no início do curso: a Diretora de Assistência Social, Nathália Sgarbosa; o coordenador do Posto de Atendimento ao Trabalhador, Lucas Arruda; o coordenador do Viveiro, Márcio dos Santos; a pedagoga do Meio Ambiente, Antônia Lazzarin Paganotto e a coordenadora da Frente de Trabalho, Patrícia Abel Gomes.



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário