Acessibilidade

Cursos do Fundo Social transformam vidas

19 Out 2018

Quem olha no rosto de Maria de Fátima Oliveira, de 56 anos, logo se encanta pelo seu sorriso, que é sua segunda característica marcante, a primeira é o talento para cozinhar. A moradora do bairro São José tem se dado bem com os cursos culinários oferecidos pelo Fundo Social de Solidariedade (Funss), no Centro de Referência e Assistência Social São José (CRAS).

Fátima que também é eletricista certificada e atuante, recentemente foi convidada para ser cozinheira particular, por conta de seu renome na região. "Estou analisando a proposta, mas fiquei muito feliz com o convite porque pode me ajudar demais", disse.

Muito determinada, atualmente Maria conclui o curso de Pastéis e Panquecas, mas ela já passou pelas certificações em confeitaria e panificação. "Conhecimento nunca é demais. Cada vez que tenho a oportunidade de aprender eu me inscrevo porque tenho muito para realizar ainda e ajudar minha família".

Nascida em Minas Gerais, Fátima revela que agora pensa em aplicar seus conhecimentos em um negócio próprio. "Eu pretendo um dia voltar para minha terra e abrir um comércio culinário por lá. Minas Gerais é inspiração para meus temperos e sabores", salientou.

AMIZADE - Além das receitas e técnicas ensinadas durante os cursos, Fátima também levou antigas amizades à sala de aula e se aproximou de novas. É o caso de Iracema Nascimento do Bonfim, de 55 anos, que conheceu Fátima durante os cursos.

"Eu vim de Carapicuíba procurar o sossego do interior há três anos e encontrei nos cursos daqui um amor pela culinária. Tenho aprendido muito porque a gente troca o que cada uma sabe e vamos ajudando uma à outra conforme o que a professora ensina", contou Iracema.

Outra amiga e ex-vizinha de Fátima, por cerca de 20 anos, é a aposentada, Dulcilene Oliveira Rios Carecho, que também aplica as técnicas na hora de tentar uma renda extra ou para agradar a família. "Já vendi os salgados, mas agora parei um pouco. Meu esposo também ama cozinhar e juntos fazemos muitas receitas incluindo as que eu aprendo no curso", frisou Dulce, apelidada carinhosamente pelas colegas.



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário