'Dia D' Contra a Sarampo e Pólio movimenta Unidades Básicas

04 Ago 2018

O sábado (4) foi de movimento intenso nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Campo Limpo Paulista por conta do Dia D da 'Campanha Nacional de Vacinação Contra Sarampo e Poliomielite'. O 'Zé Gotinha' marcou presença nos postos de saúde e lembrou que o dia 18 de agosto, também sábado, será realizado o segundo 'Dia D', das 8h às 17h.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Campo Limpo Paulista, a meta é vacinar até o final da Campanha, 4.261 crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. O prefeito dr. Japim Andrade esteve na UBS Central e destacou que a vacina é o melhor meio de proteção para a garotada. "É preciso respeitar o calendário de vacinação, pois essa é uma necessidade para manter a população, no geral, saudável."

O secretário de Saúde, dr. Luiz Ângelo Zanoti, também esteve no local e reforçou que os pais devem levar os filhos aos postos de saúde. "Não podemos abrir portas para novas epidemias. Estamos vendo propagandas mentirosas e contrárias à vacina por aí que não devem ser levadas em conta."

A ação nas Unidades Básicas contou com apoio da Unifaccamp, com os estagiários de enfermagem. Além disso, o Rotary Club de Campo Limpo Paulista, que luta pela erradicação das doenças, esteve nos postos distribuindo bexigas e pirulitos para as crianças. 

A moradora do bairro Gramados de Santa Rita II, Vanessa Aparecida da Silva, levou a filha Amanda, de 4 anos, na UBS logo pela manhã. "Mantenho sempre a carteirinha de vacinação em dia. Fico muito atenta pois é a saúde da minha filha que está em jogo." Assim como ela, Karina Gonçalves de Oliveira, moradora do Vista Alegre, compareceu com a filha Emeely, de três anos. "A vacina é essencial e faço questão de estar aqui nesse dia tão importante."

O sarampo é uma doença que pode levar à morte. Os sintomas são tosse, febre, irritação ocular, corrimento no nariz, manchas vermelhas na pele, pode causar infecção nos ouvidos, pneumonia e convulsões. A transmissão é pelo ar, por meio de tosse, espirro, fala ou respiração e a única forma de prevenção é a vacina.

Já a poliomielite, também conhecida como paralisia infantil, é provocada por um vírus que afeta o sistema nervoso, que pode levar à paralisia irreversível dos membros. Por isso, a orientação é que os pais não deixem de vacinar as crianças.

MAIS - A campanha prossegue até o dia 31 de agosto e as doses serão aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde (exceto Jardim Europa e Vila Marieta) até o dia 31 de agosto, sempre das 7h30 às 12h e das 13h às 15h30.

Com relação ao sarampo, a orientação do Ministério da Saúde é para que todas as crianças, adolescentes e adultos até 29 anos recebam duas doses previstas para a imunização. Adultos com idade entre 30 e 49 anos devem receber uma dose. É importante frisar que, neste caso, não trata-se de campanha. Essa vacina para esse público está disponível nas Unidades Básicas como vacina de rotina.  Por isso, a orientação é consultar as carteiras de vacinação e comparecer ao posto de saúde mais próximo para a atualização, caso necessário.


       

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário