Acessibilidade

Equipe do HC atende parto de bebê apressadinho no estacionamento

24 Jan 2019

Foi na pressa que Paulo Vitor veio ao mundo na ensolarada quarta-feira (23), às 13h50. O menino não aguardou pela sala de parto e teve um nascimento inusitado: no estacionamento do Hospital de Clínicas (HC) de Campo Limpo Paulista. A mãe, Bruna de Sousa Dutra Lucas, moradora de Várzea Paulista, chegou ao local já em trabalho de parto. "Enquanto meu marido foi até a recepção buscar uma cadeira de rodas, meu filho começou a nascer."

Após ouvir um grito de "vai nascer!" o coordenador da recepção, Alex dos Santos, notou que ela já estava em trabalho de parto e o bebê 'coroando'. Como o nascimento já estava acontecendo, a equipe do HC se mobilizou e fez o parto ali mesmo. Em seguida, mãe e bebê foram levados para a maternidade do hospital e ambos passam bem.

"É tudo graça de Deus, providência mesmo", diz o pai, Fernando Pereira Lucas.  "Fui o primeiro a segurar o meu filho no colo, isso é um privilégio. Foi um parto natural muito belo", comenta ele, orgulhoso. 

Segundo Bruna, apesar de fora dos padrões, o parto aconteceu de maneira tranquila. "Eu estava em casa falando ao telefone com a minha amiga doula. Eu estava bem, com contrações de três a quatro minutos. Por isso achei que fosse dar tempo", diz ela, que já é mãe de outro filho de seis anos. No caminho para o Hospital de Clínicas as contrações se intensificaram. "Quando eu vi já estava na calçada e ele nasceu. Foi tudo muito rápido, mas não deixou de ser uma boa experiência. Apesar de muita gente ter me relatado que havia uma multidão assistindo, não me senti constrangida. Só me lembro da equipe do hospital."

Ela conta que nunca havia visitado a maternidade do Hospital. "Eu tinha uma ideia super errada sobre o HC. Felizmente, mudei totalmente meu pensamento. Fui muito bem recebida por toda a equipe, todos me trataram com respeito e carinho."

Sobre Paulo Vitor, ela não esconde a felicidade ao ver essa nova vida no colo, dormindo após um curto choro. "Ele chegou chegando. É uma graça de Deus."

Além de Alex, também trabalharam neste parto diversos colaboradores do HC: Felipe Gonçalves dos Santos, colaborador da limpeza; Scheila Schiavo, recepcionista; Claudineia Costa, enfermeira; e o médico pediatra, Adalberto Zauli dos Santos.

MAIS - O Hospital de Clínicas de Campo Limpo Paulista é referência para algumas cidades da região. Por mês são realizados cerca de 100 partos. Entre eles, uma média de 30 são de Várzea Paulista e outros 18 de Jarinu.

A diretora do Hospital, Adriana Romano, ao lado da chefe de enfermagem Juliana Araújo de Barros, destaca ainda que o município faz partos de baixa complexidade. A referência para alta complexidade é o Hospital Universitário de Jundiaí.

O Hospital de Clínicas conta com 5 leitos pré-parto, duas salas para parto normal, uma sala para cesárea e 16 leitos na maternidade.



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário