Fundo Social abre horizonte para novas maquiadoras

12 Jul 2018

Uma introdução ao universo da maquiagem foi dada a 18 alunas, de graça, pelo Fundo Social de Solidariedade de Campo Limpo Paulista. As mulheres concluíram o curso de cinco dias, no Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) Botujuru, e já fazem planos para a vida profissional.

"Nunca tinha estudado nada nessa área e me identifiquei. Acredito que pode sim ser uma profissão para meu futuro e me ajudar na renda em casa", comentou Valdirene Ruts Ayres. Assim como ela, Rebeca Ramiro, que já tinha conhecimento na área, aprovou. "Foi bacana para conhecer algumas técnicas e pegar mais experiência."

Entre as alunas, um pedido foi unânime: mais aprendizado. A primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade (Funss), Cristina Andrade, destacou que a equipe já estuda novos cursos e novos passos para que os alunos estejam cada vez mais prontos para o mercado de trabalho. "Fizemos testes com diversas modalidades de cursos rápidos e deu muito certo. A ideia é melhorar cada vez mais e possibilitar que essas pessoas se capacitem e encontrem um caminho profissional promissor."

De acordo com Cristina, foram mais de 2 mil alunos entre 2017 e 2018 no Fundo Social. "Temos muitos já no mercado de trabalho. Formamos pessoas em informática, manicure, barbearia e algumas áreas da culinária. Para nós é um orgulho imenso." Segundo ela, o próximo curso será o de penteados afro, de 6 a 10 de agosto.

O prefeito Dr. Japim Andrade esteve no local no último dia do curso e reforçou que a proposta da Prefeitura é abrir horizontes para que os munícipes consigam renda própria ou um trabalho fixo. "Nossa ideia é dar oportunidade para que as pessoas aprendam e executem os conhecimentos."


       

 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário