Acessibilidade

Moradia digna: 127 famílias assinam contrato de casas no Colina do Pontal

10 Jun 2020

O dia nasceu mais bonito para a família de Márcia do Prado. Após 15 anos de espera, ela foi contemplada com uma das 127 casas do Conjunto Habitacional Colina do Pontal "Campo Limpo D", em Campo Limpo Paulista, pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU).

Com um largo sorriso, Márcia, ao lado do esposo, Maurício Prado, não conteve a emoção. "Estamos muito felizes. Estou até tremendo. Ficamos impressionados q ue mesmo em meio ao caos da pandemia, o município conseguiu agilizar a entrega de nossa casa", frisou a Auxiliar de Limpeza.

Maurício, que atualmente é autônomo, igualmente emocionado, mesmo por debaixo da máscara de proteção, não deixava de sorrir. "Como pai de família me sinto realizado. Minha autoestima de dever cumprido está grande e vou poder deixar um legado para meus filhos", disse.

O prefeito dr. Japim Andrade recebeu as famílias e conversou um pouco com cada uma delas. "Hoje é um dia de realização de sonhos. Para nós é muito mais que uma casa, é um lar que agora 127 famílias de Campo Limpo Paulista poderão usufruir e ter a segurança de estarem em suas casas", destacou o chefe do Executivo.

Sem conter as lágrimas, outra campolimpense que foi contemplada com uma das casas é Ana Paula Quintino. "Realizamos um sonho. Tenho seis filhos de 07 a 23 anos e, hoje, teremos nosso lar com dignidade", agradeceu ao se apoiar no ombro do esposo, Francisco Damasceno.

MAIS - Após a assinatura dos contratos, a Prefeitura e a CDHU já entram em contato com as concessionárias de água e luz para instalação nas residências. Com isso, os novos moradores poderão ordenadamente, se mudarem para as casas do Campo Limpo D.

O prefeito dr. Japim Andrade pensou para 2020 um novo levantamento ao cadastro de habitação para futuros projetos de moradia. Com a crise do Covid-19, o novo cadastro foi postergado, o que não impediu que os projetos já em andamento continuassem. 

Além disso, a gestão dr. Japim trabalha para entregar outras 12 casas no Parque Internacional, o "Campo Limpo E", também da CDHU. As obras seguem a todo vapor e tem entrega estipulada para outubro. As casas no Parque também atenderão a pessoas em situação de favela, área de risco ou APP de áreas públicas.


   

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário