Acessibilidade

Na volta aos estudos, a poesia inundou a vida de Eunice

18 Dez 2018

O ano de 2018 foi de redescobertas para Eunice Rodrigues Rocha Braga, de 58 anos, moradora do São José I. Foi por acaso, enquanto o marido fazia uma prova para conseguir comprovar os estudos, que ela soube da Educação de Jovens e Adultos (EJAI), da Secretaria de Educação.

Ela e o marido, Valdemir Roça Braga, de 55 anos, se interessaram pela oportunidade e ingressaram no projeto para concluir a 5ª e a 6ª séries. "Fazia 40 anos que eu não entrava em uma sala de aula, pois dediquei a vida a criar os filhos."

A volta à escola foi o início de um novo ciclo para o casal e Eunice celebra os aprendizados. "Eu nunca havia feito aulas de Inglês, por exemplo. E aqui estou aprendendo."

Os novos passos não param por aí. Durante uma aula de redação, ela conta que perguntou ao professor se poderia fazer uma poesia e, nesse momento, descobriu uma nova habilidade. "Falei sobre o Brasil que eu Quero. Gosto muito de rimas e deu certo."

Depois disso, ela arriscou os conhecimentos para falar do arquiteto Oscar Niemeyer, também em formato de poesia, e mostrou o trabalho em um evento que tinha o arquiteto como tema.  "Fiz em três horas, em casa e declamei no dia da festividade."

Para quem está em casa ainda titubeando para tomar a decisão de voltar aos estudos, a estudante e agora poetisa Eunice é enfática. "Busquem conhecimento. É a melhor decisão que vocês podem tomar. Quem está longe dos estudos não sabe o que está perdendo."

EJAI - Em 2018 o EJAI teve mais de 500 pessoas inscritas. Quem deseja voltar aos estudos em 2019 pode ir até a EMEF dr. Francisco Monlevade para realizar a inscrição a partir de janeiro.  

     

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário