Acessibilidade

Novos grupos são incluídos na Campanha contra a Influenza

22 Abr 2019

As Unidades Básicas de Saúde de Campo Limpo Paulista passam a imunizar, a partir desta segunda-feira (22), na Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, os profissionais da área da saúde; pessoas com 60 anos ou mais; professores das escolas públicas e privadas com identificação; e portadores de doenças crônicas. Também foram incluídos os policiais civis, militares, bombeiros, membros das Forças Armadas, desde que comprovem estar em atividade atualmente.

Seguem sendo vacinados os membros do grupo prioritário, que inclui crianças de 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto).  Por enquanto, 931 pessoas foram imunizadas na cidade, o que representa apenas 5,92% da meta. Neste ano, o Dia D será em 4 de maio. 

A campanha segue até 31 de maio e ocorre em todas as UBSs da cidade, exceto Vila Marieta e Jardim Europa, das 7h30 às 12h e das 13h às 15h.

MAIS - A estratégia de vacinação tem como objetivo minimizar a ocorrência da doença, as internações e óbitos atribuíveis ao vírus Influenza nos grupos mais vulneráveis. Dessa forma, é imprescindível o alcance de coberturas vacinais altas e homogêneas, com vistas a garantir o impacto desta morbimortalidade populacional. Em Campo Limpo Paulista o principal alerta é para o primeiro grupo prioritário a ser vacinado. Em 2018, só 54,72% das crianças e 59,88% das gestantes compareceram às Unidades Básicas. 

IMPORTANTE - A vacina é contraindicada para casos de reação anafilática em dose anterior; história de anafilaxia à proteína do ovo e reação a qualquer componente da vacina. É essencial conversar com os enfermeiros sobre históricos anteriores. 

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário