Acessibilidade

Orientação psicológica nas escolas municipais possibilita vivências de enfrentamento aos desafios da adolescência

04 Jun 2019

A Secretaria de Educação concluiu nesta terça-feira (4), o projeto piloto "Desafios da Adolescência: um projeto de vida", que levou acompanhamento psicológico em grupo às seis escolas de Ensino Fundamental II: Viscaíno, Montoro, Poli, Thomazina, Oswaldo Grandizoli e Luiz de Carvalho.

De acordo com o secretário de Educação, Ronaldo Pereira, a ação teve parceria com a UNIFACCAMP e permitiu um maior alcance dentro da rede. "Levamos este projeto com intuito de conversar com os jovens sobre os acontecimentos da adolescência. Este é um período tumultuado e com a ajuda dos alunos do curso de psicologia da UNIFACCAMP, este projeto foi possível e nos trouxe um bom retorno", salientou o administrador da pasta educacional.

Para o prefeito dr. Japim Andrade, proporcionar esta aproximação com os alunos é zelar pela saúde mental e física de cada um deles. "Todos passamos pela adolescência e falar e ouvir são ações muito importantes nesta fase. Muitas vezes, o diálogo em casa fica abalado e com este projeto os jovens podem se identificar com pessoas confiáveis e se abrirem", pontuou o chefe do Executivo.

O trabalho foi gerenciado pelos psicólogos da Educação: Michele Ignácio, Rafael Favarin, Luciana de Lima, Vera Andrade e Lenita Romanato, além da coordenadora do Curso de Psicologia da UNIFACCAMP, Fernanda Ferracini. A metodologia aplicada incluiu um encontro com todos alunos das unidades e outros quatro encontros com grupos específicos na s escolas mediados pelos alunos de Psicologia da UNIFACCAMP.

As coordenadoras do Núcleo de Atendimento Multiprofissional Especializado (NAME), da Secretaria de Educação, Ana Lúcia Esparrinha e Marli Frateschi, ressaltaram a importância do projeto. "Nas conversas foi abordado o bullying, escolha profissional, uso das tecnologias, autoestima, sempre dentro do contexto adolescente para vivenciar trocas e aprender estratégias de enfrentamento aos desafios da fase", afirmou a dupla.

Ao avaliar o programa, a aluna do 3º semestre de Psicologia UNIFACCAMP, Nicoly Marques da Silva, se diz satisfeita com os resultados. "Nós nos aproximamos dos adolescentes e vivemos diversas dinâmicas juntos. Eles expressaram muitos temas que às vezes não conseguem dizer em uma conversa em casa, mas conosco encontraram confiança para compartilhar", contou a educando.

Nesta última semana de projeto, os pais dos alunos acompanhados foram convidados a participarem do grupo e trocarem experiências. O projeto tem continuação prevista ainda para este 2º semestre de 2019. 



Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário