Palestra sobre Escassez Hídrica atrai mais de 100 pessoas na Semana do Meio Ambiente

08 Jun 2017

A noite desta quarta-feira (8) contou com plateia lotada na Câmara Municipal, durante a palestra "Vulnerabilidade Industrial e Escassez Hídrica" promovida em celebração à Semana do Meio Ambiente. Ministrada pela Drª Patrícia Martinelli, professora da Faccamp, a preleção apresentou aos mais de 100 participantes um pouco das consequências que a falta de água acarreta na vida dos cidadãos e no contexto industrial.

Após a palavra da coordenadora de Meio Ambiente, Fernanda Lobo, a palestra iniciou com uma introdução à crise hídrica de 2014. "Não se pode culpar somente a queda pluviométrica pela falta de água naquele ano. Muito está na nossa maneira de consumir, que é desenfreada e não planejada", disse a professora Patrícia.

Em parte de sua tese de doutorado apresentada durante a palestra, Martinelli aponta que a região de Jundiaí, Várzea Ptª e Campo Limpo Ptª têm um período de estiagem comum. "Em outras regiões, normalmente a estiagem é no mês de julho, mas na nossa região este período é mais forte em agosto, o que revela uma preocupação para economia dos recursos hídricos antes e durante o mês", salientou a doutora.

Para Patrícia, algumas medidas são necessárias à economia de água. "Precisamos nos planejar mais, termos obras de ?Back Up?, que são reservatórios para casos emergenciais e voltarmos a aprender o cultivo da terra, pois de acordo com estudos, em alguns anos nossa produção agrícola pode diminuir com as mudanças climáticas", enfatizou Matinelli.

Um período de perguntas e respostas foi proporcionado ao público composto por alunos da Faccamp, alunos do EJA Vila Thomazina e outros munícipes.

A delegada Regional, Osana Cachioli, atuante também na organização beneficente "Lions", elogiou a iniciativa. "A palestra foi ótima. Temos que falar mesmo sobre o assunto, para despertar a conscientização em todo setor da sociedade", comentou a oficial.

No final da apresentação, o prefeito drº Japim Andrade parabenizou a preletora. "As informações apresentadas são de extrema importância ao nosso município e com certeza serão pontuadas no nosso Plano Diretor. Parabéns a todos envolvidos na Semana do Meio Ambiente", disse o chefe do Executivo.

A primeira-dama e presidente do fundo Social de Solidariedade, Cristina Andrade, homenageou a palestrante com uma muda de "Ipê", oferecida pelo escritor, Angelo Pelegrini. "Um singelo lembrete da nossa gratidão por esta noite de aprendizado", agradeceu Cristina.

Também estiveram presentes na noite: a coordenadora de Cultura, Dedé Lenk e o presidente da Câmara, o vereador, Denis Braghetti.

Assessoria de Imprensa

Departamento de Comunicação de Campo Limpo Paulista

deixe um comentário